Fabricação de tábuas de corte

A proteção e manutenção de tábuas de corte e utensílios de cozinha devem ser feitos com cuidado. Para ajudar os fabricantes destas peças criamos este pequeno guia com todas as informações sobre as opções de acabamento, e limpeza e a manutenção destas peças.

Porque aplicar acabamento em tábuas de corte

A madeira é um material naturalmente resistente e pode durar uma vida inteira ou mais com manutenção adequada. Uma boa tábua de corte bem cuidada não envelhece, ganha história e é passada com carinho para a próxima geração.

Madeira na cozinha é madeira trabalhando: está sujeita a uso muito mais intenso e a mais ciclos de expansão e contração que acontecem com as lavagens constantes – do que, por exemplo, uma mesa ou cadeira. E está em contato direto com a nossa comida. É importante escolher o acabamento certo e fazer a manutenção dos utensílios de madeira.

Porque os óleos são a melhor opção

Há vários tipos de acabamento para madeira, mas nem todos são adequados para utensílios de cozinha. Os vernizes e outros acabamentos que formam filme escondem a madeira e, mais importante, saem com o uso e deixam de proteger a madeira quando a faca corta o filme. Também são muito mais difíceis de reaplicar.

Os óleos, por outro lado, são excelentes para madeira que vai ser usada na cozinha e precisa aguentar uso pesado. O óleo penetra nas fibras da madeira, onde ele ajuda a prevenir que ela absorva outros líquidos. É fácil de aplicar, fácil de manter, e o lustro característico só melhora com o tempo e uso. E, ideal, há diversas opções de óleo que não são tóxicas.

Aplicar óleo regularmente é sobre higiene

Um bom acabamento para tábuas de corte não deve ser entendido como uma camada ultra resistente e impermeável, mas como uma superfície de trabalho que pode ser lavada com água e sabão – e abrasivos – regularmente. Manter as coisas limpas é o começo e o fim de todo processo de acabamento das tábuas. O trabalho é simples e os resultados são imediatamente percebidos.

A madeira saturada com óleo evita que ela absorva líquidos de todos os alimentos que são colocados sobre ela.

Óleo mantém a madeira hidratada e o seu tamanho constante

Madeira seca, igual a uma esponja, é absorvente por natureza: na árvore, água e nutrientes são levados do solo pelo tronco para os galhos e folhas. O propósito da madeira neste estado é permanecer saturada com água, expandindo e contraindo levemente de acordo com as estações; e só começa a ficar seca quando a árvore morre, ou quando transformamos o tronco em madeira para ser trabalhada.

Manter a madeira saturada com óleo ajuda a controlar a variação natural de umidade interna, diminuindo a chance de ela rachar ao mesmo tempo que melhora a sua resistência a absorver líquidos.

Isto acontece porque uma tábua de madeira mantém o seu tamanho quando está saturada com óleo, em comparação com uma tábua que está completamente seca e é molhada (e absorve rapidamente bastante água). Esta alteração de tamanho é a principal causa dos empenamentos e rachaduras.

Os melhores óleos para aplicar em tábuas de corte

Por que escolher um óleo especial em vez de usar o que você tem na cozinha? Bom, uma tábua de corte não é frigideira nem salada. Você não deve usar óleos de cozinha em madeira.

O motivo? Eles ficam rançosos com o tempo, mesmo óleo de coco. O maior problema é o cheiro, uma mistura de roupa suja guardada em um armário fechado misturado com papelão molhado. É o cheiro do óleo que penetrou nas fibras da madeira e estragou. E o óleo rançoso também transmite um sabor azedo para a comida.

Estes são os óleos que nós recomendamos:

GIF White Oil e Olio per ceppi

O GIF White Oil é um óleo mineral purificado, completamente transparente, inodoro e dá um toque macio na madeira. É umas das opções mais populares para proteger tábuas de corte e utensílios de cozinha. Embora ofereça as mesmas qualidades de proteção e resistência dos outros óleos indicados, ele é diferente porque nunca seca de verdade e é preciso reaplicar com frequência.

O Olio per ceppi contém, além do GIF White Oil, extratos naturais que ajudam a evitar a proliferação de bactérias.

Óleo de tungue e Olio Brasile

Tanto o óleo de tungue quanto o Olio Brasile são óleos naturais extraídos de plantas, que criam um acabamento bastante durável. Estes são óleos secativos – ao contrário dos óleos de cozinha – e endurecem um pouco a madeira quando secam (quando curam, o termo correto). A química envolvida é complicada, mas o resultado é fácil de ver.

É preciso aplicar algumas demãos para criar a proteção adequada, mas o trabalho é fácil e toma pouco tempo. Antes de colocar a tábua em uso é preciso esperar até que estejam completamente curados.

As principais diferenças entre os dois são: o Olio Brasile altera menos o tom natural da madeira, cura mais rápido e é feito a partir de plantas brasileiras.

Verniz à óleo

Este não é o verniz comum de marcenaria. O verniz à óleo é um acabamento feito com óleo e resina naturais para oferecer mais proteção e resistência que os óleos puros. A aplicação e manutenção são iguais às dos óleos naturais e o toque, mais sedoso. O intervalo de manutenção também é maior.

Qual o melhor óleo para tábuas de corte?

Todas estas opções são excelentes: todas protegem a madeira, todas destacam os veios, desenhos e combinações de espécies de madeira. Não há “o melhor”, o que existe são diferenças entre eles que devem ser consideradas na escolha.

A primeira e mais importante é a diferença entre o GIF White Oil (e Olio per ceppi) e os outros óleos. Estes dois óleos não curam e devem ser reaplicados constantemente, enquanto o intervalo de manutenção dos outros óleos é muito maior.

IMPORTANTE: o GIF White Oil protege a madeira da tábua de corte tão bem quanto os outros óleos. A diferença é a manutenção, que deve ser mais frequente.

Outras diferenças: Olio Brasile e verniz à óleo tem acabamento mais lustroso e interferem menos no tom da madeira que o óleo tungue; o GIF White Oil e o Olio per ceppi escurecem mais o tom da madeira e o acabamento é fosco. O GIF White Oil e o Olio per ceppi estão prontos para uso enquanto o óleos de tungue, Olio Basile e verniz à óleo precisam ser diluídos. Mas estes você também pode comprar diluídos e prontos para uso – são as versões “meio a meio”.

Combinar óleo com cera

As ceras naturais são acabamentos “persistentes”. Grudam e não saem fácil da madeira. Enquanto o óleo penetra nas fibras da madeira, a cera funciona como uma barreira física na superfície que protege contra manchas e líquidos. A cera também ajuda na higiene porque preenche marcas de faca e rachaduras microscópicas que podem alojar bactérias.

Usados em conjunto, óleo e cera proporcionam uma combinação eficiente com uma camada externa protetora e substrato interno saturado que é higiênico, fácil de manter e muito bonito. A nossa cera especial para tábuas de corte é a Artefice Cucina, feita com óleo mineral e cera de abelha.

Nossa recomendação é que você escolha um dos óleos acima e depois aplique a cera Artefice Cucina.

Preparação da madeira

Quando a madeira ainda não recebeu acabamento ou está muito ressecada, é preciso prepará-la para o acabamento. Uma superfície áspera é mais difícil de tratar com óleo, então é melhor lixar antes de começar a aplicação. Lixar é um jeito barato e rápido de deixar a superfície lisa e remover as marcas de uso.

Dicas:

  • sempre lixe acompanhando os veios da madeira para não deixar riscos
  • o objetivo é deixar a superfície lisa, não é necessário remover todas as marcas de faca. Tábuas de corte foram feitas para se cortar sobre a madeira
  • entre cada grana de lixa, limpe a madeira com um pano seco ou levemente úmido com álcool

Para tábuas novas e com pequenas marcas a serem removidas, comece com lixa grana #100 e continue com as granas #120, #150, #180 e #220, sem pular. Na grana #220 a madeira já estará lisinha, mas você pode continuar até granas mais finas, se quiser.

Para lixar, dobre a folha de lixa em três partes iguais, e dobre o terço da lixa em 3 de novo. Apoie a lixa na palma da mão e lixe toda a superfície. Não precisa apertar a lixa na madeira, é o movimento que importa. Lixe todos os lados da tábua. Você pode usar uma lixadeira para facilitar o trabalho, mas depois de lixar com a última grana, desligue a lixadeira e com a mesma lixa faça o lixamento com a mão, no sentido dos veios.

Veja aqui mais informações sobre a preparação da madeira.

Aplicação do óleo

A forma mais simples de aplicar o óleo é derramar um pouco sobre a tábua e espalhar com as mãos ou com pincel sobre toda a madeira. Deixe o óleo penetrar na madeira por alguns minutos. A seguir, esfregue um pano limpo e seco, ou papel de cozinha, sobre toda a superfície até que ela esteja seca. Passe a mão: se ela ficar brilhante, esfregue um pouco mais. Aguarde até o dia seguinte para aplicar outra demão, se for necessário.

IMPORTANTE: antes de começar o trabalho, veja as instruções detalhadas de uso nas páginas de cada óleo para informações completas sobre a aplicação.

Veja aqui a dica sobre como mergulhar a peça em óleo para aplicar.

Aplicação da cera

Depois da última demão de óleo, você pode aplicar uma demão de cera. Coloque um pouco de cera em um pano e esfregue na madeira. Quanto mais fina a camada, melhor o resultado.

Veja as instruções detalhadas de uso na página da cera Artefice Cucina.

Quando aplicar óleo de novo

Tábuas novas

Prepare a superfície da madeira corretamente antes de aplicar o óleo. Esta é a nossa recomendação para o acabamento inicial: planeje a aplicação de pelo menos 3 a 5 demãos de óleo antes de colocar a tábua em uso. O intervalo entre cada demão é de, no mínimo, 24 horas. Os óleos Brasile e tungue e o verniz à óleo devem estar completamente curados antes do primeiro uso.

Tábuas com acabamento

Você precisa que a tábua esteja limpa, seca e sem odor antes de reaplicar o óleo ou cera. Vejas as dicas de limpeza no tutorial de manutenção das tábuas de corte.

Acabamento e manutenção apenas com óleo

Não há uma fórmula mágica que diga de quanto em quanto tempo você precisa aplicar óleo de novo. Olhe para a sua tábua de corte e você vai perceber quando ela precisa de cuidado. A madeira vai estar seca, opaca e fica mais escura quando molhada.

Mas se você precisa de uma regra para seguir, reaplique o óleo ao menos uma vez por mês para acabamento com GIF White Oil e Olio per ceppi, três vezes por ano para os óleos de tungue e Brasile e uma vez por ano para o verniz à óleo.

Acabamento com óleo e cera

Neste caso também não há fórmula mágica. A regra para orientação neste caso é reaplicar a cera uma vez por mês. Duas vezes por ano, remova toda a cera da madeira e reaplique o óleo; uma vez por ano se o acabamento tiver sido feito com o verniz à óleo.

Posso usar um tipo de óleo na madeira crua e outro para manutenção?

Pode sim. Estas combinações funcionam:

Acabamento (madeira crua) Manutenção/Reaplicação
GIF White Oil GIF White Oil, Olio per ceppi
Olio Brasile, verniz à óleo e óleo de tungue Olio Brasile, verniz à óleo e tungue, GIF White Oil, Olio per ceppi

Quando o primeiro óleo aplicado na madeira é o GIF White Oil e se deseja fazer a manutenção com outro óleo, é preciso que a madeira esteja bem seca/desidratada, para o que ele não interfira na cura do novo óleo.

O intervalo para manutenção a ser considerado é sempre o recomendado para o último produto aplicado na madeira.

Notas e dicas

Acabamento brilhante para tábuas de corte

Não temos acabamentos brilhantes para tábuas e utensílios de cozinha. Os óleos são foscos ou acetinados; você pode lixar a madeira até uma grana bem fina de lixa (#600, #800) para deixar o acabamento com mais lustro.

Uma dúvida recorrente é se as ceras à base de carnaúba, que são brilhantes, não poderiam ser usadas para deixar a tábua brilhando. As ceras perdem o brilho quando molhadas, e manter o brilho neste caso exige polir a tábua depois de cada ciclo de uso/lavagem.

Tingimento de tábuas de corte

Nós não recomendamos tingir madeira em contato com alimentos. As lavagens e higienizações constantes agridem o acabamento e o pigmento sai durante as lavagens e em contato com os alimentos.

Tábuas de corte com resina epóxi

O mesmo óleo usado na madeira pode ser usado sobre a resina, sem restrições.

Tábuas de servir com pintura

Algumas tábuas de servir, e nunca tábuas de corte, recebem acabamento com tinta de diversos tipos. Este tipo de acabamento requer uma série de cuidados:

  • antes de tudo, veja se a tinta que você está usando pode entrar em contato com alimentos
  • não é possível isolar completamente os alimentos do contato com a tinta usando óleo ou cera. Para fazer isso você precisa de um acabamento que forme um filme e que este filme seja uniforme e mais espesso. Isto só se consegue com vernizes específicos (não temos nenhuma opção destes vernizes à venda)
  • é possível aumentar a proteção da pintura utilizando ceras (Artefice Supreme, Artefice Cucina, Brilho+ UV). A cera ajuda a proteger a pintura na limpeza das peças
  • a limpeza destas tábuas deve ser feita apenas com detergente neutro