A importância do Acabamento

O acabamento é um trabalho extra, às vezes difícil, e muitas madeiras são bonitas sem nenhum. Por que se preocupar com o acabamento? Há três boas razões para acabar a madeira: para mantê-la limpa, estável e para decorar ou acentuar sua aparência.

Razões para aplicar acabamento na madeira

Higiene

Madeira é um material poroso. Contém lacunas de vários tamanhos. Estas lacunas podem acumular pó e sujeira do manuseio, do ambiente e de alimentos. A madeira suja é feia e pode se tornar um perigo para a saúde ao proporcionar um lugar para proliferação de bactérias. O acabamento fecha as lacunas superficiais deixando a madeira menos suscetível a sujeira e torna mais fácil sua limpeza e higienização.

Estabilidade

Além de ser porosa, a madeira é higroscópica: ela absorve e libera umidade e responde a mudanças de umidade ao seu redor. Se você colocar uma madeira muito seca dentro da água ou em um ambiente bastante úmido, a madeira irá absorver umidade e inchará. Se, ao contrário, uma madeira muito úmida for colocada em um ambiente seco, ela perderá umidade e encolherá. O acabamento reduz a velocidade da troca de umidade entre a madeira e o ambiente e, portanto, reduz o stress e estabiliza a madeira.

Aparência

Além de estabilizar a madeira e protegê-la de pó e sujeira, o acabamento deixa a madeira mais bonita. Há muitas maneiras de embelezar e destacar o desenho da madeira e elas podem ser divididas em três categorias: cor, textura e brilho.

Deixar a madeira mais bonita

Cor

Há três métodos para aplicar cor na madeira. Tingimento se refere a aplicar cor diretamente na madeira. Mas você pode aplicar cor entre as demãos do acabamento. Isto é chamado glazing. Ou você pode aplicar cor no verniz ou outro acabamento e aplicar o acabamento tingido na madeira. Isto é chamado sombreamento ou tonalização se você pode ver através do acabamento colorido, e pintura se não pode. Cada um destes métodos produz um resultado decorativo diferente:

  • Tingimento aplicado diretamente na madeira crua realça o desenho e os veios da madeira. Também realça problemas, como riscos, arranhões, marcas de máquina e diferenças na densidade
  • Glaze, aplicado finamente, muda o tom da cor da madeira e acrescenta a sensação de profundidade e antiguidade ao realçar poros e recessos. Aplicado grosso, o glaze pode ser usado para imitar o desenho de veios de madeira, de pedras como mármore, e couro. Estes são chamados faux finishes (imitações)
  • Sombreamento, tonalização e pintura alteram o tom da cor da madeira sem realçar poros e recessos. Sombreamento e tonalização permitem que se veja o desenho da madeira. O sombreamento muda o tom apenas em áreas escolhidas; a tonalização altera por igual a superfície inteira. A pintura obscurece por completo a madeira

Uma forma mais sutil de colorir a madeira é com o produto usado no acabamento. Alguns produtos são totalmente transparentes, outros escurecem o tom sem mudar a cor, ao passo que alguns tem um tom alaranjado, que dá cor à madeira.

Textura

Todas as madeiras têm uma textura natural que depende do tamanho e distribuição dos poros. Você pode preservar a textura aplicando um acabamento bem fino. Este acabamento fino é muito popular, geralmente chamado de “acabamento natural” ou “aparência natural” e é o que se obtém aplicando óleo ou cera na madeira.

É possível alterar totalmente a textura da madeira preenchendo seus poros com pó de lixamento da própria madeira ou com diversas demãos de acabamento, cada demão sendo levemente lixada. Os acabamentos mais refinados usam alguma técnica de preenchimento dos poros.

Lustro

Lustro é a quantidade de brilho que o acabamento tem. Existem duas formas de controlar o lustro: a primeira é escolher um produto que tem o lustro que você deseja: brilhante, acetinado e fosco; a segunda é esfregar e polir o acabamento já curado para obter o lustro que você deseja.