Óleo de tungue meio a meio

R$ 135,73R$ 585,34

Mistura perfeita do melhor óleo natural para acabamento de madeira com limoneno, um solvente natural de altíssimo grau de pureza. Na maior parte dos projetos o óleo de tungue precisa ser diluído para diminuir sua viscosidade e facilitar a absorção pelas fibras da madeira. Esta é a proporção ideal para pequenos e grandes projetos. Deixe o trabalho de misturar para nós!

Limpar

Descrição

O óleo de tungue puro – o bruto e especialmente o polimerizado, que é ainda mais viscoso – precisam ser diluídos para facilitar a absorção e impregnar mais profundamente a madeira. A proporção 1:1 ou meio a meio é ideal para grande parte das espécies de madeira e também para concreto, terracota, cerâmica, pedras e ardósia.

O limoneno usado no tungue meio a meio é 100% natural e puro, uma alternativa “verde” aos solventes de petróleo. É seguro para uso em superfícies em contato com alimentos e evapora completamente durante a cura do óleo.

Óleo de tungue polimerizado

Nós escolhemos o óleo de tungue polimerizado – mais resistente que o bruto – para misturar com limoneno e fazer a mistura de um dos melhores óleos naturais com o melhor solvente natural.

Características

  • Acabamento 100% natural que é impermeável e resistente
  • Todas as vantagens do óleo de tungue puro, sem o trabalho de diluir: é só abrir e aplicar na madeira
  • Acentua a cor e o desenho dos veios da madeira
  • Resistente a álcool, ácidos, álcalis (água, bebidas, temperos, sabão, detergente e produtos de limpeza comuns)
  • Penetra bem nas fibras da madeira e é elástico: não trinca nem descasca
  • Satura e preenche rapidamente os veios e cria um acabamento acetinado e transparente
  • Não escurece nem embolora com o tempo como o óleo de linhaça

Acabamento seguro para madeira

Como a origem do óleo de tungue é uma noz, pessoas com alergia a nozes podem sofrer reações adversas no contato do óleo com a pele ou com o cheiro. Na cura, o óleo é alterado quimicamente e forma uma matéria sólida, inerte, não reativa, que é classificada como segura para contato com alimentos (FDA Regulation Title 21 CFR175.300) e brinquedos para crianças (European standard EN-71).

Indicação

O óleo de tungue meio a meio é recomendado para acabamento de mesas, tábuas de corte, bancadas de madeira, pisos de madeira, decks e móveis de jardim e usos similares em ambiente interno e externo.

Por não ser tóxico é perfeito para brinquedos e móveis.

O óleo de tungue também tem uso na oficina: cabos e punhos de madeira ficam bons com uma demão de óleo de vez em quando.

Indicação
móveis em geral, pisos, decks, brinquedos, instrumentos musicais, tábuas de corte e utensílios de cozinha
Atóxico
após a cura completa, o que fica na madeira é apenas o óleo, que é atóxico. O solvente utilizado evapora completamente após a cura
Composição
óleo de tungue polimerizado 100% puro e limoneno
Aparência
acetinado
Aspecto
natural – não forma filme. Escurece o tom e acentua o desenho dos veios da madeira
Preparação
não diluir
Rendimento por demão
Demãos
2 a 6
Intervalo entre demãos
mínimo 24 horas
Tempo de cura
5 a 7 dias
Conteúdo renovável
100%
VOC
420g/litro
Validade
24 meses
Embalagens
1 litro e 5 litros
Dica da Escola do Acabamento

Faça um teste! O óleo de tungue escurece o tom e destaca os veios da madeira. Com o teste você vai entender o trabalho de aplicação e ver a aparência da madeira com o acabamento.

Aparência
Preparação
Demãos
Aparência
acetinado
Preparação
não diluir
Demãos
2 a 6
Rendimento/demão
Intervalo/demãos
Tempo de cura
Rendimento/demão
até 6m²/litro
Intervalo/demãos
24 horas
Tempo de cura
5 a 7 dias

Preparação da madeira

A superfície deve estar seca (a umidade da madeira deve estar abaixo de 15%), limpa de qualquer partícula ou sujeira e sem acabamento.

Ambiente adequado para aplicação

A temperatura deve estar acima de 12°C. Evite aplicar o óleo em dias chuvosos. O óleo cura por oxidação, por isso é importante manter uma boa ventilação durante a aplicação e tempo de cura.

Alta umidade, baixa temperatura e ventilação inadequada aumentam significativamente o tempo de cura.

O que usar na aplicação

Use um pincel para espalhar o óleo na madeira; para remover o excesso use um pano limpo e seco que não solte fiapos.

Aplicação

Os passos 1, 2 e 3 equivalem a uma demão. Repita os passos de acordo com o número de demãos sugerido e respeitando o intervalo entre elas.

  1. Espalhe o óleo com o pincel sobre toda a superfície e em todos os lados da peça. Você precisa aplicar óleo suficiente para deixar a madeira saturada – cheia de óleo.
  2. Para saber se ela está saturada (se você aplicou óleo suficiente), aguarde 5 minutos e veja se há pontos secos na madeira. Pontos secos indicam que ela pode absorver mais: espalhe mais um pouco com o pincel e aguarde mais 5 minutos. Repita até que a superfície permaneça molhada por 5 minutos – isso significa que a madeira está saturada.
  3. Quando a madeira estiver saturada, esfregue toda a superfície com o pano até que ela esteja seca. Passe a mão sobre a madeira: se os dedos ficarem úmidos, ainda há excesso para ser removido.

Importante

Não molhe a madeira durante todo o trabalho de aplicação e na primeira semana após a aplicação da última demão.

Limpeza do pincel

Limpe logo após o uso com um de nossos solventes ou aguarrás.

Cuidados com o acabamento

Peças de madeira em geral podem ser limpas com pano e produtos de limpeza não abrasivos.

Tábuas e utensílios de cozinha acabados com Óleo de tungue podem ser lavados com água e detergente.

Reaplicação

Em móveis e superfícies expostas ao sol e chuva a cada 6 meses. Em peças que ficam em ambiente interno você pode reaplicar o Óleo de tungue quando perceber que a madeira está opaca e sem vida. Como orientação geral, reaplique a cada 2 anos.

Em tábuas de corte acabadas com Óleo de tungue reaplique a cada 4 meses ou faça a manutenção com o Olio per Ceppi (uma vez ao mês ou a cada 15 dias para peças com uso intenso).

Armazenamento

Mantenha a embalagem deste produto bem fechada, ao abrigo do sol e umidade, longe de fontes de calor e chama e fora do alcance de crianças e animais.

Segurança

Os panos, pincéis, pó de lixamento e outros materiais úmidos com óleo podem entrar em combustão espontaneamente se o descarte não for realizado adequadamente. Imediatamente após o uso molhe com
bastante água o material usado. Em seguida, coloque em recipiente bem fechado e descarte ou seque em área externa não exposta ao sol.

Descarte do produto

Não descarte o óleo pelo ralo, mantenha as sobras do produto na embalagem original bem fechada para uso posterior. Restos secos do óleo podem ser colocados junto ao lixo comum. A embalagem vazia pode ser reciclada.