Receitas de verniz com goma damar

Receitas de verniz com goma damar

Com a goma damar pode-se fazer um excelente verniz simplesmente diluindo-a em terebentina; mas mesmo o verniz de damar tem alguns truques para melhorar o tempo de secagem e a dureza da cobertura. Outra receita é cozinhar a goma com óleo de linhaça. Veja como preparar as duas.

Verniz à base de solvente

Começando pelo trabalho mais simples, para diluir a goma damar em terebentina só é preciso um pote com tampa – dois, se depois de diluir a goma for necessário filtrar o verniz base para remover impurezas. A receita básica é diluir 60g de goma damar em 100ml de terebentina. Deixe que a goma dissolva por completo e passe o verniz para um novo pote limpo e seco utilizando um pano como filtro.

O verniz já está pronto, mas é muito grosso para ser aplicado. Na hora da aplicação, dilua o verniz com mais terebentina na proporção de um para um – uma parte de verniz para uma parte de terebentina; dilua uma parte de verniz para duas de terebentina para fazer um verniz mais fino ideal para retoques e consertos no acabamento.

Para diminuir o brilho do verniz misture um pedaço pequeno de cera de abelha pura. Não há uma proporção certa de cera: mais cera vai deixar o verniz fosco, menos vai apenas quebrar o brilho intenso. Misturar a cera de abelha no verniz de damar traz outras duas vantagens: ele seca mais rápido e seu filme é mais duro. Sem a cera, o verniz pode ficar grudento por algum tempo antes de secar por completo – situação ideal para que pó, sujeira e outras partículas fiquem grudadas no verniz.

Verniz a óleo

A preparação do verniz a óleo requer o aquecimento tanto da goma damar quanto de óleo de linhaça. A temperatura para “cozinhar” o óleo de linhaça é bastante alta, em torno de 240ºC, portanto deve-se tomar muito cuidado para evitar queimaduras. Um segundo cuidado a ser tomado é evitar aquecer o óleo de linhaça a 260ºC: ele pega fogo nesta temperatura.

NUNCA EXPONHA O ÓLEO OU A GOMA À CHAMA. Utilize uma chapa elétrica para cozinhar o verniz. Trabalhe em local aberto e ventilado, longe de fontes de ignição e materiais combustíveis.

Derreta 200g de goma damar em uma panela pequena. Quando a goma estiver líquida, aumente a temperatura até que ela comece a soltar bastante fumaça. Mantenha a temperatura por 15 a 30 minutos, até que o volume da goma seja metade do que era no início. Ela parecerá muito escura, quase negra. Deixe a resina esfriar.

Em outra panela, aqueça 100ml de óleo de linhaça até que ele comece a soltar fumaça e mantenha a temperatura por uma a duas horas. Para saber o ponto do óleo, resfrie algumas gotas e veja se o óleo está mais viscoso que no início.

Quando isto acontecer, reaqueça a goma até que ela volte a derreter e misture-a ao óleo quente e cozinhe os dois a uma temperatura próxima de 240ºC até que uma gota do verniz resfriada, ao ser tocada com o dedo, estique como uma teia de aranha por pelo menos 10 centímetros. Esta é a base do verniz.

Espere até que o verniz esteja morno e misture um pouco de terebentina. A quantidade de terebentina não é importante, mas deixe o verniz bastante viscoso para que mais tarde possa ser diluído ainda mais com terebentina e misturado com pigmentos para fazer o verniz a ser trabalhado.

Uma terceira opção

Outra opção de verniz de damar é dissolver a goma em terebentina conforme a receita acima. Depois que a goma estiver totalmente dissolvida misture 100ml do óleo de linhaça polimerizado. O óleo polimerizado já foi “cozido” para ficar mais viscoso.